Portuguese English French German Italian Russian Spanish
O que é Artrologia reprodução

As articulações representam a união entre duas extremidades compostas por ossos e ou cartilagens e que possibilitam a conformação e a movimentação do indivíduo.

É possível classificá-las de diversas formas, sendo mais comum:

  1. Fibrosas (ver imagem)
  2. Cartilaginosas (ver imagem)
  3. Sinoviais (ver imagem)

A primeira possui baixa mobilidade e é encontrada nos ossos do crânio; a segunda representa as sínfises ósseas, como a pélvica e placas epifisárias de ossos longos. São temporárias e se transformam em tecido ósseo antes da idade adulta; Já a terceira é o conjunto formado por duas ou mais extremidades ósseas, cobertas por cartilagem hialina, envolvidas por membrana e preenchidas por líquido sinovial.

As articulações sinoviais atuam como alavanca e amortecem o impacto do movimento, o que gera sobrecarga e frequentemente lesões. As articulações são classificadas de acordo com o meio de união entre as superfícies articulares.

Articulações Fibrosas - União entre dois ossos contíguos por tecido conjuntivo fibroso, está se divide em:

  • Suturas - entre os ossos do crânio. O processo de ossificação deste tipo de articulação recebe o nome de sinostose. A articulação fibrosa do tipo sutura é classificada em:

    Planas - bordas articulares retilíneas, como por exemplo, internasal.  (ver imagem)
    Escamosas - bordas articulares que se encaixam em bisel. Esse tipo de sutura insinua que há uma sobreposição leve, exemplo: entre o osso maxilar e o osso lacrimal.  (ver imagem)
    Serreadas - bordas articulares que se unem em linhas denteadas , exemplo: na região interfrontal, interpalatinos.  (ver imagem)
    Esquindilese - entre os ossos esfenóide e vômer.  (ver imagem)
    Folheadas - entre os ossos nasal e frontal.  (ver imagem)
     
  • Sindesmose - entre os ossos do carpo, exemplo: metacarpos do equino, rádio e ulna. É classificada em:

    Ligamentos curtos - entre os ossos metacarpianos/metatarsianos
    Ligamentos longos - entre os ossos rádio/ulna e tíbia/fíbula (espaço interósseo antebraquial)
     
  • Gonfose - entre a raiz do dente e o alvéolo do dente. (ver imagem)



Articulações Cartilaginosas -  São articulações que apresentam tecido catilaginoso no meio de união entre as superfícies articulares, são classificadas em dois tipos:

  • Sincondrose - onde encontramos a cartilagem hialina que é o meio de união, exemplo: articulação entre o osso occipital e o osso esfenoide que é a articulação esfenoccipital, e a intermandibular.
     
  • Sínfise -  o meio de união é a cartilagem fibrosa, exemplo: sínfise pública - ossificação do tecido que une os ossos coxais e discos intervertebrais - que não podem se ossificar.
     

 


Articulações Sinoviais -  As articulações sinoviais são aquelas que possibilitam a movimentação. Entre as superfícies articulares temos um fluido denominado líquido sinovial. Este líquido possui inúmeras funções: lubrificar as articulações e transportar os nutrientes e retirar os catabólicos. (ver imagem)


Membrana Fibrosa - possui a função de proteger a articulação, é formada por tecido conjuntivo denso e é a parte externa da cápsula articular.
Membrana Sinovial - esta envolve as extremidades dos ossos tendo a função de produzir o líquido sinovial, é a parte interna da cápsula articular.

Outra composição da articulação sinovial é a cartilagem articular: Possui natureza hialina, reveste a superfície de contato de um osso com o outro envolvendo a epífise. Além da cartilagem articular, as articulações sinoviais também apresentam os ligamentos:

Ligamentos Capsulares - estão inseridos na capsulares, não possuem movimentos, são responsáveis por proporcionar firmeza na articulação.
Ligamentos Extracapsulares - também propiciam firmeza, no entanto são livres passando por cima da cápsula.
Ligamentos Intra Articulares - se ligam dentro da articulação. 

Todos os ligamentos dão estabilidade as articulações.

 

Classificação Morfológica das Articulações Sinoviais

  • Referente ao número de ossos envolvidos:
    Articulação simples:  dois ossos articulados. Ex. articulação cúbita.
    Articulação composta: mais de dois ossos envolvidos. Ex. articulação cárbica. 
     
  • Quanto a forma da superfície articular
    Planas: superfícies articulares planas. Ex: Ossos do Carpo.
    Gínglimo: permite movimentos de flexão e extensão. Ex: articulação fêmur-tíbio-patelar.
    Cilindróide: permite movimentos de rotação. Ex: Atlanto-axial.
    Côndilar: uma superfície ovoide que se aloja em uma cavidade elíptica. Ex: Articulação Tempero-mandibular.
    Esferóide: uma das superfícies é o segmento de esfera que se encaixa em uma concavidade. Ex: Coxo-femoral.
    Selar: Interfalângica distal do cão.
    Elipsóide: segmento de elipse em uma cavidade. Ex: radiocárpica do cão
     
  • Confira aqui os tipos de tecidos
  • Nunca administre qualquer tratamento sem consultar um profissional da área. Esse site é meramente informativo e não oferecemos consultas gratuitas.
LINK: