Portuguese English French German Italian Russian Spanish
Site cria plataforma para financiar projetos de animais carentes reprodução

Site cria plataforma para financiar projetos de animais carentes

O Bicharia é a primeira plataforma brasileira de crowdfunding focada em auxiliar no financiamento de projetos que envolvam animais carentes.

O projeto teve início quando dois colegas de trabalho da Woompa, cansados com o descaso com os animais na cidade de Porto Alegre, decidiram criar e por em prática alguma ideia para ajudar os bichinhos. A ideia surgiu no início de 2012, e foi sendo discutida diariamente, até que ela se tornasse ideal.

Chegou-se, então, o modelo de financiamento coletivo (crowdfunding) um conceito que cresce cada vez mais no Brasil e que tem permitido a realização de uma série de projetos culturais, artísticos e até mesmo na formação de empresas.

Por que não ajudar a financiar projetos para animais carentes?! 

Assim surgiu o Bicharia, que tem no seu nome uma homenagem a música dos Saltimbancos, do Chico Buarque. O site de lançamento foi colocado no ar em maio de 2012, o que permitiu perceber como há pessoas interessadas em colaborar de alguma forma, e é exatamente este o sentimento. O projeto permiti que pessoas, ONGs, associações possam viabilizar projetos que impactem de forma positiva os animais carentes. Os principais projetos que pensem no médio e longo prazo, e não apenas na situação imediata. Os resultados que tragam benefícios aos animais, a comunidade e aos envolvidos nos projetos. E, principalmente, ser um canal de conscientização e de informação sobre os animais que tanto gostamos.

Confira e participe:
http://www.bicharia.com.br


Mídia

Bicharia
  • Nunca administre qualquer tratamento sem consultar um profissional da área. Esse site é meramente informativo e não oferecemos consultas gratuitas.
LINK:

Sobre o autor

Website.: www.rblvet.com

Contato
(17) 3218-9529 / (17)9 9147-8374 WhatsApp
São José do Rio Preto - São Paulo

E-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.